Você Sabia…

Você Sabia que…

O trânsito pesado e veloz, os cruzamentos e os faróis de carros aparecem descritos na Bíblia, no Antigo Testamento, exatamente como nos dias de hoje!

(Naum 2:4)

Anúncios

Você sabe por que se usa a aliança no 4º dedo?

Alianças tem um fator muito importante na vida das pessoas, elas simbolizam o compromisso mais sério!  Tanto que Deus firmou aliança com Adão, Noé, Abraão e Moisés. Existem algumas histórias sobre o uso da aliança mais nenhuma dessas histórias foi realmente comprovada.  Dizem que os Egípcios acreditavam que no dedo anelar existia uma veia que ia direto para o coração, outra é que na Inglaterra medieval, o costume deles era usar a aliança no dedo polegar e no dia do casamento o noivo ia mudando a aliança do dedo enquanto dizia: Em Nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo, até chegar no dedo anelar!, legal né!

Mas a explicação mais convincente e interessante é a dos Chineses, porque é impossível separar as mãos pelo dedo anelar!!

Então é assim:

O polegar representa seus pais

O indicador representa seus irmãos

O dedo médio representa você mesmo

e o dedo mindinho representa seus filhos (ou futuros filhos). o resto você vê no video !!

Fonte: http://vidajovemcrista.com.br/?p=118

Você Sabia…

O pecado de Adão e Eva não foi o de comer uma maçã.

Em nenhum lugar da Bíblia diz que o fruto comido por Adão e Eva no Jardim do Éden é uma maçã. O fruto é chamado o “fruto da árvore” (isto é, a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal), e nem os frutos nem a árvore é identificada por espécie.

Esse erro veio de que a palavra maçã, em latim, se diz “mala”. Ora, como essa palavra, em latim, também significa “males”, o povinho uniu os dois significados e concluiu que os males do mundo vieram de comer uma maçã. Isto é falso.

O pecado de Adão e Eva foi um pecado de desobediência a Deus, que proibira comer o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.
Diz a escritura que eles viram que o fruto era apetecível, e colocaram o prazer do paladar acima da vontade de Deus, e isso é gula. Foi também um pecado de orgulho, porque eles pretenderam ficar iguais a Deus conhecendo o Bem e o mal.
Foi um pecado de magia, porque eles sabiam que, comendo um fruto, não poderiam, só pela digestão dele, alcançar a Divindade. Ora, pretender alcançar um efeito maior do que a causa é propriamente ato de magia.
É claro que Adão e Eva sabiam que a simples ingestão do fruto proibido não os faria infinitos. Eles comeram o fruto como sinal para o demônio realizar neles a sua divinização. E isto foi um pecado de satanismo. Finalmente, querer ter um conhecimento absoluto e divinizador é próprio da Gnose. Logo o pecado de Adão e Eva foi o de Gnose, pois é a Gnose que pretende dar ao homem o conhecimento do bem (Deus) e do mal (o pecado).

Nomes Bíblicos e seus significados!

Nomes -na grande maioria das culturas- não são da escolha do filho, mas dos pais. A atribuição de um nome ao recém-nascido tornou-se obrigatória por força das legislações que regulam os direitos do nascituro.
Mas, se por um lado não podemos escolher nosso próprio nome, por outro temos esperança de mudá-lo, se não for de nosso gosto?
Em alguns casos, sim. Na legislação brasileira é possível a troca do nome de batismo ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Nome_de_batismo ) quando “expõe a pessoa a ridículo ou vexame” ( DireitoNet) e deve ser pedida na Justiça ( veja como ).
Mas, o que a Bíblia Sagrada diz sobre o assunto?
A questão dos nomes é abordada em vários trechos da Bíblia. No costume dos povos antigos, todo nome têm seu significado. No Brasil, a maioria dos nomes é “importada” de outros países e, muitas vezes, não sabemos o que o nosso nome pode significar. Por exemplo, Bruno, na língua nativa -o latim-, é “marrom ou escuro”. Veja outros nomes como João – “Deus é bondoso”- ou Ana, que é “cheia de graça”.
Por isso é importante conhecermos um pouco mais sobre o sentido dos nomes antes de atribuí-lo a nossos filhos.
Na Bíblia a atribuição do nome estava relacionada à expectativa dos pais, a algum fato ocorrido durante a gravidez, ao momento do parto, ou à esperança que ele representava.
Raramente um nome foi indicado ou mudado por Deus.
Um deles é o patriarca de Israel, Jacó. Após lutar com o anjo, recebeu de Deus a bênção que buscava e ganhou também um novo nome: Israel, que traduzido é “aquele que lutou com Deus e prevaleceu” ou “vencedor”. Para Jacó foi ótimo, já que seu nome de batismo significava “usurpador”. A mudança de Jacó para Israel foi o mesmo que de usurpador para vencedor.
Como vemos, mudança de nomes na Bíblia tem um sentido muito profundo.Tão importante é que a Deus se reserva o direito de mudá-lo. Sim, isso mesmo. Veja: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer darei eu a comer do maná escondido, e dar-lhe-ei uma pedra branca, e na pedra um novo nome escrito, o qual ninguém conhece senão aquele que o recebe.” (Apocalipse 2:17 ).
Venha para Jesus Cristo. Ele mudará sua história e lhe dará um novo nome. Nome digno de um filho de Deus.

Fonte: http://nomes-biblicos.blogspot.com/

Você Sabia…

Você Sabia …

– Que  O Autor da Bíblia é Deus.

– O Intérprete da Bíblia é o Espírito Santo.

– O assunto central da Bíblia é Jesus Cristo.

– A Bíblia é o livro mais editado e vendido do mundo.

– A Bíblia é o livro mais lido do mundo.

– A palavra Bíblia vem do grego, e significa: livros

– A Bíblia já foi traduzida por mais de 1500 línguas e dialetos.

– A Bíblia inteira foi escrita num período que abrange mais de 1600 anos.

– A Bíblia se divide em duas partes: Antigo Testamento e Novo Testamento. Tem 66 livros, sendo 39 no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento.

– O Antigo Testamento termina com uma maldição, e o Novo Testamento termina com uma benção.

– Os livros: Obadias, Filemom, II João, III João e Judas tem apenas 1 capitulo.

– Os Livros de Lamentações, Jonas e Naum terminam com um ponto de interrogação.

– II João é o menor livro da Bíblia – possui somente 13 versículos.

– Salmos é o maio livro da Bíblia – possui 150 capítulos

– Salmo 117 é o menor capitulo da Bíblia – possui 2 versículos.

-Salmo 119 é o maior capítulo da Bíblia – possui 176 versículos.

-Êxodo 20:13 é o menor versículo da Bíblia – possui 10 letras

– Ester 8:9 é o maior versículo da Bíblia – possui 415 caracteres

– A Bíblia contém aproximadamente 773.693 palavras, e 3.566.480 letras.

– A Bíblia possui 1.189 capítulos e 31.106 versículos.

– Nos livros da Bíblia: Ester e Cantares de Salomão, não encontramos a palavra Deus.

– Em I Rs 10:22, II Cr 9:21 são mencionados pavões.

– Em I e II Samuel encontramos a história de Davi.

Você Sabia…

Você sabia que o rei Davi, quando recolheu ofertas de Israel para a futura construção do Templo de Jerusalém, por seu filho Salomão, ofertou de seu tesouro particular, somente em ouro, TRÊS MIL TALENTOS!

-Que um talento pesa cerca de trinta e quatro kilos duzentas e cincoenta gramas, o que vale dizer que o Rei Davi ofertou mais de 102 mil kg de ouro, ou 102 toneladas

-A oferta do Rei equivale, em dólares, a cerca de 500 a 600 milhões ou, no mínimo, a 1 e meio bilhão de reais!!!

-Só em ouro, fora a prata!!!

I Crônicas 29. 1 – 4