Arqueólogos descobrem templo filisteu na cidade natal de Golias

Arqueólogos em Israel, recentemente, descobriram um templo filisteu no local onde teria sido a cidade natal do gigante guerreiro Golias.

As ruínas do templo estão localizados na antiga cidade de Gate e remonta ao século 10 a.C., de acordo com o Prof. Aren Maeir do Departamento Martin de Estudos e Arqueologia das Terras de Israel da Universidade Bar Illan. O templo descoberto tem uma imagem arquitetônica semelhante ao descrito na história bíblica de Sansão, que derrubou o templo do filisteu Dagon sobre si mesmo.

“Nós não estamos dizendo que este é o mesmo templo onde a história de Sansão ocorreu ou mesmo que a história não ocorreu,” disse Maeir, que dirigiu a escavação no local durante os últimos 13 anos, ao The Jerusalem Post, na semana passada. “Mas isso nos dá uma boa idéia de que a imagem de qualquer um que tenha escrito a história, teria sido de um templo filisteu.”

Este é o primeiro templo filisteu encontrado em Gate.

Além da descoberta do templo, a equipe também encontrou provas de um grande terremoto do século 8 a.C. que poderia ser o terremoto mencionado nos livros de Isaías e Amós.

“Se os sismólogos estão certos, um terremoto de 8 graus na escala Richter teria nivelado uma grande cidade,” disse Maeir. “A intensidade da energia necessária para mover as paredes parecem ter sido de algo muito poderoso.”

“O que temos aqui é uma prova muito forte de um terremoto dramático, um acontecimento natural, que deixou uma impressão muito significativa sobre os profetas bíblicos do tempo.”

Maeir e sua equipe internacional descobriram no templo na antiga ruína, montagens de Tel Tzafit National Park, na planície costeira do sul.

Fonte: http://www.overbo.com.br

Jesse Santiago morre na BR-364

Em nome da CBB estamos aqui lamentando da causa da morte do nosso querido Jesse (vereador e presidente da Câmara Municipal de Rio Branco). Que por um descuidado morreu nesta terca-feira pela parte da manha na BR-364 de Cruzeiro do Sul a Rio Branco.

Neste momento ele se encontra na presenca de Deus, num lugar maravilhoso, onde ele vivera eternamente, sem comparacao deste mundo cheio de violência. Tudo eh no tempo de Deus.

Fica na Paz Querido, sabemos que voce esta bem melhor onde se encontra, que eh esta lado a lado com o nosso Senhor Jesus Cristo, com o Senhor nada eh comparavel.

Ficam na Paz Queridos Leitores.

Chines é condenado a 15 anos de prisão por professar sua fé

Mãe apela às autoridades internacionais pela liberdade do filho

Imagine que seu filho foi condenado há 15 anos de prisão por um crime que não cometeu? Isso aconteceu com Alimujiang Yimiti . Em 2009, ele foi obrigado a passar por dois julgamentos secretos antes de ser acusado de vazar segredos de Estado a estrangeiros, e condenado à pena máxima de prisão pelo tribunal de Xinjiang, na China.

As autoridades o prenderam ilegalmente por mais de um ano sob a acusações de espalhar a religião na sua cidade de Kashgar. Posteriormente, as acusações foram mudadas, baseada em uma conversa privada do pastor cristão uigur, detidos junto de um amigo americano, Christian.

Nos últimos dois anos, a esposa Wushueran Gulinuer e a mãe intercederam aos policiais, funcionários do governo e agências estatais. Mas, os oficiais recusaram-se a vê-los, mesmo restrição sofreu os advogados em visitá-lo na prisão.

Em 20 de abril de 2010, a esposa e dois filhos de Alim o viram pela primeira vez em mais de dois anos. Mal reconhecendo o pai, o menino de quatro anos só pode olhar para ele por uma parede de vidro.

A esposa incentivou o filho a ser forte, e pai foi confortado por sua vez a sua família, sem saber quando iria vê-los novamente. Enfurecida pela injustiça, Wushueran Gulinuer exortar a comunidade internacional para exigir a liberação de Alimujiang.

Ao levantar nossas vozes em petição de Alimujiang Yimiti, que a comunidade internacional pode construir um futuro melhor, mais pacífico e para a China para o mundo. Esse é um apelo para Alimujiang Yimiti, um inocente cristão uigur presos por sua fé.

Fonte: Christian News Wire

SBB lança Bíblia que pode ser lida até debaixo d’água

Você já imaginou poder ler a Palavra de Deus mesmo sob chuva? Impossível? Não é mais. A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) lança uma Bíblia impressa 100% em material plástico, com edição do Novo Testamento, à prova d’água e de intempéries. Totalmente impermeável, permite que a Palavra de Deus seja lida em qualquer lugar que o leitor esteja – na praia, à beira da piscina, na chuva e, até mesmo, durante a prática de mergulho –, sem que ocorra qualquer tipo de dano à publicação.

A obra já vem adequada à nova ortografia da língua portuguesa e na Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH), que significa uma linguagem mais simples e acessível a qualquer pessoa, sem o rebuscamento que marca as publicações tradicionais. Traz também um vocabulário e mapas. Além disso, mostra como encontrar ajuda no Novo Testamento.

Fonte: http://www.overbo.com.br/

A Morte de Lilian do Conjunto Voz da Verdade

Lilian Paolilo Ferrão, vocalista da banda Voz da Verdade, filha da Célia, tecladista, tinha uma doença incurável que vai matando aos poucos: atrofia os nervos, músculos, com dores insuportáveis. A única saída seria um transplante de fígado, que ocorreu no dia 27 de julho, no centro cirúrgico do Hospital Albert Eistein.

Infelizmente, na hora em que transplantaram o fígado, ele não respondeu adequadamente e o quadro foi se agravando. Os médicos optaram por um retransplante, mas um fígado bom demorou para chegar.

Na madrugada da quarta-feira, dia 4 de agosto, o quadro piorou e ela teve que se submeter a uma cirurgia de emergência para retirada do fígado, enquanto aguardava o órgão que estava a caminho. No momento da cirurgia chegou um fígado mas a nossa querida Lilian teve uma parada cardíaca e os médicos não conseguiram reverter a situação.

Deus colheu esta rosa para o Seu jardim.

Célia e seu marido Edson, juntamente com os irmãos que acompanharam de perto o caso estão sofrendo demais.

Não esperávamos este fim, oramos, clamamos ao Senhor, mas Deus quis assim.

Lilian deixou dois filhos: Andrey e Dhara e uma enorme saudade.

Agradecemos as orações de todos os irmãos em Cristo e pedimos, encarecidamente, que continuem orando pela Célia, Edson, irmã Isa e familiares, que eram muito apegados a Lilian.

Deus sabe todas as coisas. Muitas vezes não entendemos os propósitos de Deus, mas se a Lilian não tentasse, ela iria sofrer muito no futuro, pois esta doença é degenerativa e progressiva.

Estamos consternados e em estado de choque.É difícil nos separar da pessoa que amamos.

Suely Moyses Cufone

Fonte: http://www.vozdaverdade.com.br/

 

Pastor e membros de igreja são mortos a tiros!

O pastor Aaron John e os membros da igreja Evangelho Pleno, Rohail Bhatti, Salman John, Abid Gill e Shamin Mall saíam da igreja após uma reunião para discutir questões de segurança por causa das ameaças que haviam recebido, conta o filho do pastor, Shahid John.

“Quando saímos da igreja, doze homens atiraram contra nós”, conta Shahid John, que sobreviveu ao ferimento à bala em seu braço. “O medo dominou a área. A polícia chegou 45 minutos após o incidente, e esperamos mais 45 minutos até a ambulância chegar”.

Além de Shahid John, mais cinco pessoas ficaram feridas durante o ataque.

Em maio, os líderes da igreja receberam uma carta do grupo extremista Sip-e-Sahaba, alertando os cristãos a deixarem a área, diz Kiran Rohail.

Os grupos extremistas Sip-e-Sahaba e Tehrik estão ligados à madrassa (escola muçulmana) local, e os alunos têm ameaçado a igreja desde 2008.

Os homens encapuzados tinham a mesma aparência física de jovens, como os alunos da escola, e a maneira como atacaram indicou que eles eram extremistas treinados.

O pastor John e Bhatti relataram as ameaças dos dois últimos anos para a polícia, mas os oficiais não os levaram a sério.

No dia 15 de julho, o pastor convocou uma reunião para discutir medidas de segurança, conta sua viúva Naila John. A reunião terminou por volta das 19h30, quando eles saíram do templo e foram baleados.

“Nenhum boletim de ocorrência foi registrado, por causa da pressão dos grupos muçulmanos. A polícia coletou nossos depoimentos, mas não tomaram mais nenhuma atitude”.

Uma fonte do governo confirmou as mortes dos cristãos, e acrescentou que a pressão dos muçulmanos impediu que a mídia relatasse o caso.

A igreja foi aberta em 1988, e o pastor John a liderava desde 2001.

Fonte: http://amigodcristo.blogspot.com

Jovem cristão é preso por possuir um exemplar do Novo Testamento

Um cristão iraniano está sendo mantido na prisão de Evin somente por possuir uma Bíblia.

O fato foi revelado pelo pai de Ali Golchin, em uma conversa telefônica com a rádio Voice of America (VOA).

O pai de Ali contou que a única razão de seu filho estar na prisão é porque encontraram um Novo Testamento em sua casa, e ele ficou surpreso com o fato de que possuir uma Bíblia é compreendido como um crime grave.

De acordo com a Farsi Christian News Network (FCNN), Ali Golchin, um químico de 29 anos, foi preso na cidade de Varamin, ao sul de Teerã, e está na solitária há mais de dois meses. Ali é um cristão de língua farsi, e trabalha na Igreja local.

A FCNN disse que Ali foi submetido a duros interrogatórios durante esse período. A família de Ali está sendo ameaçada pelo governo, e alertada a não possuir um advogado ou entrar em contato com organizações internacionais. Ali ainda não foi acusado de nenhum crime.

A rádio Voice of America (VOA) realizou uma entrevista telefônica com o pai de Ali, Mohsen Golchin.

O representante da VOA começou perguntando a Mohsen sobre as circunstâncias envolvendo a prisão de seu filho.

“Meu filho foi preso no dia 29 de abril de 2010. A razão de sua prisão foi a descoberta de um Novo Testamento no porão de nossa casa. Foi por isso que eles o prenderam. Eu sou cristão, e meu filho nasceu em uma família cristã. Eu quero saber por que é crime possuir um Novo Testamento. Os oficiais do governo revistaram minha casa e, além do Novo Testamento, ainda levaram outros livros pessoais”.

“As únicas informações que tenho sobre meu filho é que ele está sofrendo de solidão, e ainda é mantido longe dos outros prisioneiros, em uma solitária. Durante esses meses, só pude visitá-lo por 10-15 minutos”, conta Mohsen.

Eu não sabia que possuir uma Bíblia era um crime no Irã, mas as autoridades nos acusaram de tentar converter muçulmanos através da distribuição de Bíblias, o que é considerado crime. Eu expliquei que essas Bíblias não eram para distribuir nas ruas, somente para presentear os membros da Igreja”.

“Não pudemos pedir um advogado, já que meu filho não foi formalmente acusado de nada. No entanto, ele foi submetido a diversos interrogatórios”.

“Espero que o Ministro da Justiça se coloque em meu lugar. Meu filho é inocente. Ele não se envolveu em nenhum problema político ou ilegal. Nossa religião é sancionada no país e queremos tolerância e respeito.”

Fonte: http://amigodcristo.blogspot.com